Uma nova maneira de acolher

Rompendo o silêncio e quebrando tabus, Acompanhe todas as nossas novidades, cursos e palestras.

Boa tarde! Comunicamos oficialmente que a partir do dia 06/ 08 /2018 o IPPEP estará funcionando em novo endereço. Ressaltamos que esta mudança visa nossa manutenção no mercado e consequentemente a melhoria no conforto de terapeutas e pacientes. Novo endereço: Rua Raymundo Gomes Gondim, 65 Boa Viagem, CEP 51.020-260. Estamos a disposição para qualquer dúvida. Contamos a compreensão e apoio de todos.

Curso Extra!!
prevenção do suicídio

Prevenção do Suicídio

“Eu te entendo. E quando não te entendo te aceito, e acima de todas as coisas eu te respeito”. (Autor Desconhecido)

Curso Extra!!

Um dia, quando olhares para trás

…verás que os dias mais belos foram aqueles em que lutastes.  (Sigmund Freud)

Quem come do fruto do conhecimento,...

…é sempre expulso de algum paraíso. (Melanie Klein)

Nas minhas relações com as pessoas...

…descobri que não ajuda a longo prazo, agir como se eu não fosse quem sou. (Carl Rogers)

A terapia faz com que o indivíduo deixe de repetir...

…de forma morta e chegue a um novo conflito criativo que convida ao crescimento à mudança, ao exilamento, a aventura de viver.  (Fritz Perls)

O principal objetivo da terapia psicológica

…não é transportar o paciente para um impossível estado de felicidade, mas sim ajudá-lo a adquirir, firmeza e paciência diante do sofrimento. A vida, acontece num equilíbrio entre alegria e a dor. Quem não se arrisca para além da realidade jamais encontrará a verdade. (C. G. Jung)

 

“A Organização Mundial da Saúde (OMS) já coloca o suicídio como segunda principal causa de morte de pessoas entre 15 e 29 anos. No Brasil, de 2000 a 2015, os casos aumentaram 65% entre pessoas com idade de 10 a 14 anos e 45% na faixa de 15 a 19 anos – mais do que o aumento na média da população, que foi de 40%. Segundo a mais recente edição do Mapa da Violência (documento realizado com base em dados do Ministério da Saúde), de 2002 para cá, a taxa de suicídio de jovens tem sido consistentemente maior do que a do restante da população, tendo crescido de forma contínua no período pesquisado.” (Fonte Encontro Revista)
O curso de Férias tem como objetivo apresentar os conceitos de modo introdutório acerca do fenômeno do suicídio, suas causas, fatores, manejo e luto.
DESCONTO ESPECIAL DE 20% ATÉ O DIA 25/01 – Estudantes R$ R$ 100,00 – Profissional R$ 120,00 (Com descontos) _ VAGAS LIMITADAS!
Dias 02 e 03 de fevereiro, das 09:00h às 17:00h (sábado e domingo).
Informações: (81) 3033-2772 – 9.8830-5344 (WPP)
E-mail: ippep@institutoppep.com.br
www.institutoppep.com.br

MINICURSO:
AUTOMUTILAÇÃO E SOFRIMENTO PSÍQUICO NA ADOLESCÊNCIA

A automutilação tem sido uma questão de saúde pública. Cada vez mais crianças, adolescentes e jovens tem praticado a automutilação, deixando pais, educadores e cuidadores perplexos com a quantidade de casos. O minicurso tem como objetivo apresentar de modo introdutório os conceitos que diversos estudiosos têm desenvolvido e possibilitar meios de compreensão sobre o fenômeno, além de minimamente instrumentalizar os participantes para esse problema que já é uma das mais delicadas demandas de adoecimentos psíquicos da atualidade.

Público Alvo: Estudantes, profissionais de saúde, educação.
O curso ocorrerá nos dias 23 e 24 de março de 2019, divididos em duas turmas.
Turma 1 – sábado dia 23/03/19 das 08:30 às 17:30;
Turma 2 – Domingo dia 24/03/19 das 08:30 às 17:30.
Local: Rua Gomes Gondim, 65 – Boa Viagem, Recife/PE.
Investimento:
Estudantes: R$ 110,00 até dia 31/01/19; R$ 120,00 de 01/02/19 à 28/02/19; R$ 130,00 01/03/19 à 20/03/19; posteriormente à 20/03/19 R$ 140,00.
Profissionais: R$ 130,00 até dia 31/01/19; R$ 140,00 de 01/02/10 à 28/02/2019; R$ 150,00 de 01/03/19 à 20/03/19; posteriormente à 20/03/19 R$ 160,00.

Confere certificados de 10H!
30 vagas por turma máximo e 05 mínimos. (Caso não feche turma com esse quantitativo devolveremos os valores).

Facilitador: Lúcio Mario – Psicólogo/Psicanalista CRP: 02/IS/00292.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

– Sobre a adolescência e a atualidade;
– Adolescência e desespero;
– Diferenças entre rebeldia, transgressão e sofrimento emocional;
– Compreendendo a automutilação;
– Diferenças entre “cutting” e automutilação;
– Depressão na adolescência e sofrimento psíquico;
– Determinantes entre transtornos psiquiátricos na adolescência e automutilação;
– Mecanismo de “coping” como defesa contra a angústia;
– O corte na pele como saída para a angústia;
– Automutilação e ideações suicidas;
– Pedido de ajuda velado;
– Fatores de risco para o suicídio na adolescência;
– Fatores de risco e de proteção para automutilação e o suicídio;
– Automutilação e ambiente escolar;
– Discussão de casos clínicos;
– Orientação para pais, educadores e cuidadores do(a) adolescente.
Informações:
F: (81) 3033-2772 – 9. 8830-5344 (WPP)
Inscrições:
E-mail: ippep@institutoppep.com.br

Acolher o ser humano através da escuta clínica facilitando sua ressignificação  pessoal, suas relações com o meio e sua reintegração com a família e a sociedade através da elevação do seu bem-estar emocional e mental e o resgate da autoestima.

Quebrando o Tabu?

É comum as pessoas usarem a palavra Tabu para designar uma regra quebrada. Porém, nem todas as regras são tabus. Alguns ainda dirão que trata-se de regras indiscutíveis que não podem ser mudadas. Nesse contexto o termo começa a se aproximar do significado original da expressão “quebrar tabus”, embora não seja esse o seu sentido original e mais adequado.

O termo “tabu” está, em seu uso mais adequado, diretamente associado a religião. Trata-se, mais precisamente, do elemento negativo da religião, podendo ser uma proibição ou um alerta. O termo surgiu na Polinésia e por meio dos relatos de viajantes Europeus do século XVIII se espalhou pelo ocidente, designando “coisa proibida”, “coisa não permitida”.

Por Cristiano Bodart

prevenção do suicídio

O Instituto

Fundado em fevereiro de 2016 por 2 (dois) psicólogos clínicos com experiência na abordagem psicanalítica, o Instituto Pernambucano Práticas Educacionais e Psicológica tem como premissa praticar o acolhimento ao ser humano através da escuta clínica com atendimento humanizado. E a promoção do conhecimento científico para promoção da saúda mental. O instituto reúne diversos saberes numa equipe composta por, Psiquiatria Infanto-Juvenil e Adultos, Fonoaudiologia, Psicologia Clínica de diversas abordagens, Psicomotricidade, Psicopedagogia e Terapia Ocupacional.

MISSÃO

Acolher o ser humano através da escuta clínica facilitando sua ressignificação  pessoal, suas relações com o meio e sua reintegração com a família e a sociedade através da elevação do seu bem-estar emocional e mental e o resgate da autoestima.

Para se manter informado sobre nossos cursos e eventos cadastre seu e-mail

 

Bem vindo à

 

O Instituto Pernambucano Práticas Educacionais e Psicológicas

Temos como premissa praticar o acolhimento ao ser humano através da escuta clínica com atendimento humanizado. O instituto reúne saberes de uma equipe multidisciplinar e Psicólogos clínicos em diversas abordagens.

Quem nos visitou

 

E você faz parte desse número

Clínica social

Psicomotricista, Psicopedagogo, Terapeuta familiar, Ludoterapeuta e Sexualidade Humana, entre outros.

Crianças e Adultos

l

Estudantes universitários

Terceira idade

Adolescente

#Notícias

IDOSO: DO VELHO AO NOVO PROTAGONISTA SOCIAL

Resumo: O Brasil registrou, entre 1960 e 2002, um aumento de 500% no número de pessoas idosas e as projeções demográficas para 2010 são de 32 milhões de idosos, colocando o Brasil entre os primeiros do ranking mundial dos países com maior número de idosos, dando lugar...

ler mais

USO ABUSIVO DO ÁLCOOL ENTRE OS IDOSOS E O OLHAR PSICOSSOCIAL

USO ABUSIVO DO ÁLCOOL ENTRE OS IDOSOS E O OLHAR PSICOSSOCIAL                                                                                         O consumo de álcool na sociedade contemporânea é visto predominantemente de forma positiva no meio social por não ser...

ler mais

UM DIÁLOGO COM ROGERS E JUNG

Resumo Neste trabalho visamos desenvolver, através da leitura dialógica, um pensamento integrador entre os saberes em Psicologia, transcendendo as abordagens, procurando um ponto onde elas podem realizar uma dinâmica transdisciplinar na busca de uma totalidade...

ler mais